Será que você está trazendo apenas saúde da academia ao voltar para casa?

Nossa dermatologista Natália Nery faz um alerta importante. Confira abaixo!

Quando vai para a academia, você lava suas mãos antes e depois de usar os equipamentos? Toma banho em seguida com sabonete antibacteriano e troca de roupa? Usa sua própria toalha, sabonete, garrafas d’água?

Não?! Então qualquer dia desses você pode acabar com uma infecção fúngica, viral ou bacteriana da pele, boca ou olhos. O suor, o atrito com as roupas e o contato com secreções dos outros tornam a pele vulnerável a uma série de problemas. As doenças mais comuns nestes casos são micoses, impetigo, herpes, conjuntivite, entre outras.

No caso de ser infectado, o atleta deverá ficar afastado até que o problema seja resolvido e não represente mais risco de contágio para outras pessoas. Não vale cobrir a lesão para voltar a competir ou praticar esporte. O ideal é aguardar o diagnóstico e liberação do dermatologista para retornar a atividade esportiva.

A chave para a prevenção é a higiene! Na hora de escolher a academia, veja se os equipamentos são mantidos limpos, se há álcool para higiene dos aparelhos e das mãos e se sabonetes antibacterianos e toalhas descartáveis são oferecidos nos banheiros.

Aconselho que após o treino, os atletas tomem banho utilizando água e sabão antibacteriano. Para evitar infecções por fungos deve-se trocar diariamente meias e roupas íntimas, secar cuidadosamente as axilas, virilha e entre os dedos dos pés, usar chinelo durante o banho ou em volta da piscina.